9 de julho (segunda) – Gratidão

Hoje pude dormir um pouco mais, curtir o Isaque pela manhã, fazer uma caminhada. É o meu dia de folga, pois a partir de amanhã a agenda de trabalho se intensifica. São as responsabilidades de edição, escolher o que fica e o que sai no projeto, correção dos erros no estúdio, enfim, aproximadamente um mês de trabalho só no áudio. O Sérgio, o Randy e o André Espindola são os que mais trabalham neste período.

 

Paro agora para estar na presença do Senhor em adoração. É preciso estar neste lugar, no escritório, no andar de cima da casa dos meus pais, onde vivi tantas experiências maravilhosas com Deus no passado. Aqui vi as cinzas de objetos que queimei no lote vago ao lado, e compus Já não há condenação. Aqui, nasceu O bálsamo de Gileade, Águas Purificadoras, A vitória da cruz, Quero ser, as versões de Aclame ao Senhor e Shalom Jerusalém, e muito mais…

 

Ontem, ao chegar e tomar um banho, me emocionei ao pensar: “É Deus, foi aqui que as lágrimas se misturaram à água do chuveiro e eu me ajoelhei e nasceu Diante do Trono”. Senti o Senhor me dizendo que um novo tempo está nascendo. Tempo das nações. Tempo de sair das palavras e entrar em ação. Tempo que pode ser difícil, até perigoso, mas pelo qual ansiamos de todo o coração. Lembrei-me de uma irmã chinesa que veio assistir a gravação. Vamos à China.

 

Agora, quero registrar algumas lembranças da gravação. Foi impressionante. A mala da Bel, que havia se extraviado, chegou 15 minutos antes de sairmos. De mãos dadas, aquele enorme grupo, formado pelo DT, cônjuges e alguns amigos, cantamos ao Senhor ainda no hall do hotel. Saímos em dois ônibus e uma van, e demos uma volta enorme para acertarmos a entrada atrás do palco. A Apoteose já estava cheia, e os irmãos oravam junto com meu pai, Filippe, Zê, e os pastores da cidade que foram escalados para este tempo de intercessão. No camarim, um lanche rápido, mais oração, ungindo a todos nós com um óleo que a Ludmila trouxe. Fui trocar de roupa, com a ajuda da Zê, Lu e Cassi. Me impressionei ao ver o brinco que a Ana Márcia me emprestou. Uma roda dentro da roda… Ezequiel. Bel me chamou para conferir uma situação no figurino do Cordeiro e Leão das meninas. Entendemos o porquê de tudo. Pela perda da mala, o Franques pintou duas outras estolas de Cordeiro e Leão, e as meninas vestiram uma para frente e outra para trás, de modo que o Leão e o Cordeiro, agora, ficariam para frente e para trás. De todos os lados!

 

Antes de subir, uma surpresa que me emocionou. O pastor Ezequiel, da Igreja Cara de Leão, veio me abraçar. O Leão. Significou muito para mim. E o pastor Valter, daquela igreja que contei antes no Blog sobre a experiência que o DT viveu com a mesa posta com pés de Leão, o Leão, as nações, enfim, seu abraço para mim significou Deus me respaldando, ministrando a unção dos primeiros anos, restauração.

 

Começamos dando as boas vindas a todos e cantando Preciso de Ti e Tempo de Festa. A atmosfera já estava impregnada com a glória de Deus. Em pouco tempo as distrações diante dos meus olhos cederam e entrei na unção! Pudemos começar.

 

Eu pedi ao Sérgio um instrumental para iniciar a “Música do céu”, para que eu falasse um versículo. Acabou que eu não decorei o texto, e disse a ele ali, no palco, que eu apenas diria algumas palavras. Respirei fundo, orei ao Espírito Santo, e assim que começou, as palavras fluíram da minha boca poderosa e tranquilamente. Parecia até que eu tinha ensaiado aquilo! Sorri e agradeci no meu coração ao Espírito, que eu sabia que estava ali, me conduzindo todo o tempo. Mal vejo a hora de poder assistir tudo, até para buscar a Sua direção quanto ao que fica e ao que sai, mas quero reviver e conferir o que se passou em cada momento. Foi tremendo! A segurança, a ousadia, a graça que recebi foi fiel e constante. As pessoas respondiam de coração aberto. Voltando um pouco no começo, foi lindo fazermos as três olas, ondas, com as pessoas na Apoteose. Poderoso!

 

A dança foi um grande diferencial nesta gravação. Como estava tudo lindo! Foi poderoso! Não tenho outra palavra para repetir! Poderoso! Quando chegou a hora de profetizar ao RJ, depois de Cordeiro e Leão, uma dor profunda veio ao meu coração. Me encolhi toda no palco. Representava o clamor dos que sofrem naquela cidade. Depois me levantei na ousadia do Senhor, e a chave da cidade, que a Prefeitura entregou ao pastor Ezequiel, o Leão, foi devolvida ao Senhor Jesus naquele mesmo lugar onde Momo a recebeu anteriormente. Decretamos os decretos do céu, e a falência do carnaval, e dos decretos do inferno que saem daquele lugar. Príncipe da Paz. Foi emocionante nessa hora ouvir o clamor da cidade, do país ali reunido, nesta canção.

 

Do palco avistei alguns intercessores. Meus olhos se encheram de lágrimas. Vibrei com eles. Aliás, depois fiquei sabendo que na lateral do palco, na arquibancada, todos podiam ver o exército de intercessores que marchavam, em fila, como em coreografia, de um lado ao outro, e quando os telões, que estavam sem funcionar, foram ligados, todos ouviram os gritos de júbilo daquela parte do público. Eram eles. Mas não estavam só ali. Havia intercessores em vários lugares estratégicos, ate debaixo do palco! Quando saí para trocar de roupa e o Gustavo entrou para dar uma palavra, eu vi os intercessores no camarim. Não assistem, geram o tempo todo o que está acontecendo. Dei um abraço e um beijo no Randy. Ludmila também estava lá, marchando todo o tempo. Marina também veio, e dei um apertado abraço nela. Vesti a nova roupa e retoquei a maquiagem. Como sempre, borro o olho. Minha veste da segunda metade é sem brilho, artesanal, linda, mas cor de saco. Se a primeira brilhava, com a cor prata, bota de guerreira, na segunda eu me despi. Diante do inimigo, autoridade, força, poder. Para adorar, simplicidade. Foi lindo. O Sérgio me avisou que já eram 20h. Cri que Deus faria dar tempo. Em Sua glória há tempo para tudo o que Deus quer fazer. Corpo de Cristo foi muito forte. Oramos com a Zê em arrependimento. Recebemos do Espírito Seu sopro de vida. Espírito de vida. Em Autor da vida fechei os olhos para não me distrair com a maravilhosa dança da Carla. Ela e meu primo dançando são um presente de Deus, promessa cumprida do céu em minha vida. Eles voltaram com as mãos cheias de bênçãos e vitórias lá do Rio para BH. Quando cantamos Tua glória, uma unção de cura veio sobre mim. Via também muitos papéis sendo liberados sobre a multidão, e até carros voavam na direção das pessoas. Foi poderoso. Terminamos nos alegrando com o Aleluia!.

 

Fico aqui grata ao Senhor pela fidelidade. O muro ficou pronto em 52 dias! Apesar de todas as adversidades o seu propósito se cumpriu! Fico também grata a equipe do Diante do Trono. Valentes que acreditaram na visão e batalharam junto. Pessoas preciosas com as quais o Senhor me presenteou. Minha gratidão também se estende a todos os que compareceram à Apoteose. Foi tudo tão lindo. Não era uma multidão que estava ali, eram pessoas individuais que atenderam ao nosso convite e se dispuseram a “entrar na Arca” para esse grande culto. Glória a Deus pela vida de cada um! Agradeço também àqueles que não puderam entrar na Apoteose, mas que se esforçaram para estar conosco. O Senhor certamente os recompensará. Não posso também deixar de demonstrar minha gratidão aos pastores e líderes que abençoaram suas ovelhas para estarem conosco. Somos o Corpo de Cristo! Por fim, sou grata também a cada um que acompanhou comigo e com o Diante do Trono a nossa jornada através desse Blog. Obrigada pelas orações, pelas palavras de encorajamento, pela sua simples atenção. Foi um tempo precioso e inesquecível. A Deus seja dada toda honra, glória e louvor!   

Isaque está chorando e me chamando. Vou lá. Agora, é só esperar pelos frutos desta semente poderosa que foi plantada no Rio de Janeiro. Até o próximo Blog!

8 de julho (domingo) – O dia após a gravação

Depois que chegamos da gravação, ainda em estado de graça por tudo o que vivemos ali, jantamos e comemos bastante doce! Terminou o jejum de delícias! Fomos dormir e renovar as forças. Amanhecemos no Domingo, no novo dia que o Senhor nos deu. Escrevi uma mensagem para o grupo: “Amanhecemos em um NOVO DIA! Estou indo a Niterói agradecer a Deus junto com os 300 intercessores de todo o país que se reuniram durante a semana em jejuns, clamores e atos proféticos. Daqui a poucos dias vamos preparar o nosso culto de gratidão ao Senhor. Valentes, recebam o renovo e a aprovação do nosso Deus. Que Ele, que é grande, conte sempre conosco para fazermos grandes coisas! NEle, Ana!”. Saí então, com a Zê, para Niterói e foi maravilhoso! De lá escrevi: “O tempo com os intercessores foi tremendo, sobrenatural! Não há palavras para expressar o que Deus fez. Além de agradecer e ministrar sobre o valor daqueles órgãos do Corpo, que são vitais, mas que ninguém vê, ainda pude receber. No final, ungida da cabeça aos pés, com as bandeiras de Brasil e Israel sobre mim, um amor de doer o peito por aquele país de onde Jesus nos comissionou aos confins da Terra, caí sem forças nos braços da Ana Lúcia, Vera, Vasti, Zê, e outros que seguraram meus pés. Fui envolvida por outras bandeiras e carregada, levantada, e um trono simbólico exaltado acima de mim. Eu estava debaixo, de onde correm as águas que levam cura para as nações. Ana.” Uau!

Voltei ao hotel trazendo comigo uma irmã que tem um testemunho de cura, milagre, feito por Deus através da canção “Águas Purificadoras”. Ela foi filmada para inserirmos isso em nosso documentário. De lá saí com o Gustavo e alguns irmãos americanos e uma iraniana que vieram para a gravação. Almoçamos em um restaurante indiano, de um mulçumano que vive no Rio. Eles falaram do impacto daquele dia, e sobre como é isso que o mundo mulçumano precisa ver nos cristãos. Paixão, intensidade, e a defesa da nossa fé é algo que eles, os intelectuais do hemisfério norte, podem vir nos ensinar. Saímos “voando” do restaurante e pegamos o ônibus com o grupo para o aeroporto. Foi um retorno tranqüilo. Agora, já estou morando com meus pais, enquanto a quebradeira da reforma acontece lá em casa. É o novo. Aleluia! Glória!

52º – 7/7/7 (sábado) – ALELUIA! É HOJE! O final da construção do muro

Acordei agora pela manhã com uma paz e uma alegria latentes dentro de mim. Ainda que sinta uma forte dor no estômago. Creio que é o natural de todo ser humano, e também um pouco de fome (risos). Daqui a pouco, depois de escrever umas palavras no diário irei tomar meu café da manhã e me encontrar com o Semer para alguns ajustes nos vídeos que serão mostrados no telão atrás do palco.

Estou feliz porque ontem, ao estrear meu novo aparelho de retorno, in ear monitor, feito no molde da minha orelha, ele me machucou e a dor que eu senti ao retirá-lo era quase insuportável. Amanheci sem ela graças a Deus. E é claro estou feliz por ter chegado o grande dia. Escrevi de madrugada, antes de me deitar ontem, uma mensagem para o grupo: “Queridos, faltam palavras para agradecer a Deus o privilégio de participarmos de uma obra tão linda e extensa, que alcança os confins da terra. Privilégio também é servi-lo ao lado de irmão, pessoas tão preciosas como vocês. Cada um de nós é importante nessa missão, e amanhã, mais uma vez, daremos o nosso melhor para o Senhor Jesus. Que sejamos renovados nele”.

Agora escreverei: “Amados, chegou o dia tão esperado. Lembremo-nos da palavra de Deus que nos inspirou, confirmou e que nos respalda: O muro ficou pronto… em 52 dias (Ne 6:15ª). Vivamos este dia vigilantes, em espírito de oração, pois a peleja não é nossa, mas do Senhor. Amo vocês!”

E a todos os ajudadores deste blog, eu agradeço mais uma vez. Voltarei com algumas palavras depois da grande vitória desta noite, mas vocês podem ao acompanhar ao vivo on-line, a cobertura desta gravação. Glória!!!!!

51 DIA – 6 de Julho (sexta) – Está chegando a hora

A sensação de proximidade do grande dia, te esperando, é especial, preciosa, mistura de calma, com ansiedade. Logo pela manhã pude enviar uma palavra de ânimo ao grupo através do celular, que dizia: “Bendito é o que vem em nome do Senhor! Bem-vindos mensageiros do Deus altíssimo! Que as portas desta cidade se abram para receber o batalhão DT dos exércitos do Senhor Jesus, aquele que venceu, o Cordeiro e o Leão, sobre o trono. Bem-vindos! Esperamos por vocês!” Eles chegaram na hora do almoço, e por volta das 13:30 estávamos comendo e nos alegrando juntos.

Pela manhã meu pai esteve falando em uma rádio e o Gustavo em outra. E eu que tinha o desejo, mas não achei que teria oportunidade, fiz um passeio nesta cidade tão linda. Subi com o Isaque, Quequel, meu irmão e a família da Cassi, para conhecer o Pão de Açúcar. É de tirar o fôlego! O Alex e a equipe da Rede Super estavam conosco de lá de cima pudemos registrar algumas palavras, e até um momento de oração pelo Rio de Janeiro. Cantei: “Rio de Janeiro, que o Cristo vivo e verdadeiro estenda os braços sobre nós, e nos abençoe e nos perdoe”. Lágrimas vieram aos meus olhos ao ver lá do alto as casas, prédios, mansões e favelas. As pessoas deste lugar agora moram no meu coração, que se enche de amor e de compaixão por elas. Ternos afetos…

À tarde tivemos uma coletiva de imprensa e foi uma benção! Depois saímos para a Apoteose a fim de passarmos o som e ensaiarmos mais uma vez. O grande coral já estava lá, e nos ajudaram muito cantando todas as músicas, participando e orando conosco. Tivemos um tempo precioso de oração ainda no camarim atrás do palco. Consagramos nossas vidas e declaramos que aquele lugar seria palco, altar de adoração, somente para o Senhor Jesus e não mais ao inferno. Cremos que o carnaval será enfraquecido até falir, acabar. Vários estrangeiros têm vindo estar conosco, e um deles estava ali. Pedi que ele orasse decretando que os estrangeiros não virão mais ao Brasil procurando a sensualidade, a prostituição, o carnaval, mas serão atraídos às festas de adoração ao Rei Jesus, assim como ele foi atraído e veio. Proclamávamos que ali, onde a nudez tem sido mostrada, nossas mulheres envergonhadas, abusadas, elas serão vestidas, e pastores, líderes, estarão ali, em conferências de avivamento.

Outra coisa importante que aconteceu foi que o livro que temos lido na preparação para este dia, (Avivamento em glória), ficou pronto. A primeira edição saiu agora, e o editor veio lá de Porto Alegre com o carro cheio de livros para vender. Compartilhei com o coral esta preciosidade. Creio que não foi coincidência ter ficado pronto na semana da gravação. Aleluia!

Passamos todas as músicas, coreografias e estou feliz. Foram poderosas mesmo as emendas das músicas e a glória de Deus se manifestou. Na hora do ajuntamento creio que será ainda mais forte. Obrigada meu Senhor! Dormimos já na madrugada, mas Tu renova nossa força.

50 Dia – 5 de julho (quinta) -Intercessão: o mover de Deus nos dias recentes

Ontem chegamos bem ao Rio, a noite e apesar de algumas situações que tentaram roubar nossa paz, o Senhor nos deu graça e vitória dobrada. Uma situação foi que esquecemos nossa câmera fotográfica dentro do avião. Chorei muito, clamei ao Senhor, e a encontramos nos achados e perdidos da TAM. Aleluia! Para mim, fotos da minha família, amigos, lugares especiais, são mais precisos que jóias! O outro incidente é que, chegando ao hotel só fomos nos acomodar por volta das 23:00h, com o bebê, mas enfim, acabaram nos colocando em quartos melhores. Todas as coisas cooperam! O dia hoje foi abençoado aqui no Rio. Logo pela manhã saímos para participar de um debate, um programa de rádio na El Shadai FM. Eu estava ansiosa, mas o Senhor me capacitou e pude ver seu fluir em minha vida e palavras. De lá, almoçamos na casa da Marina (de Oliveira). Uma bela amizade que Deus tem gerado em nós. Sua mãe também estava lá e tivemos um tempo precioso de comunhão. Esta tem sido uma das maiores provas do novo tempo de Deus sobre os adoradores, músicos e cantores do Brasil, aos seus olhos, pois ter MK e o Diante do Trono e outros ministérios em comunhão, é obra do Espírito Santo. Fazendo cair barreiras, divisões e fazendo notar o amor genuíno, sem interesse, o amor que vem dEle. A Ze disse que os ensaios do coral tem sido tremendos. Lá na rádio me encontrei com alguns coristas da Maranata! Também vi o Robinho, o Zaqueu, falei com o Júnior e o André Espíndola, que são valentes do Senhor aqui neste tempo.

No coral, já houve curas! Uma mulher com problemas sérios na coluna, que disse ao Senhor que queria participar, foi totalmente sarada. Outra irmã pediu oração pelo esposo com aneurisma cerebral, prestes a passar por uma cirurgia. A Ze viu o cérebro dele em chamas. A noite ele sonhou lá no hospital, que eu o chamava pelo nome lá no palco da Apoteose para testemunhar. No dia seguinte ao entrar no bloco cirúrgico, os médicos concluíram que ele não tinha mais nada. A noite ele foi pessoalmente ao ensaio! Uau! Glória! Os intercessores estão reunidos em Niterói. Há representantes de todos os estados brasileiros. Não é tremendo isso? Não posso me esquecer de citar as iniciativas individuais de outras igrejas que tem orado, feito jejum, vigílias, é lindo! Hoje aqui no hotel, o Gustavo conversou com uma irmã que disse ter ido todos os dias na Praia do Flamengo em favor do Evento. Obrigada, Senhor Jesus, por tanto amor destes homens e mulheres anônimos. 

Hoje cedo pela manhã o primeiro telefonema que recebi foi da Ludmila (Ferber) e ela me disse, entre outras palavras de encorajamento, que crê ser a intercessão o mover de Deus nos dias recentes. Eu concordo. Temos aprendido e sido despertados a orar, amar, nos identificar na brecha por outros e por grandes desafios, como nunca antes. O oficio de todos os órgãos governamentais aprovando o nosso evento saiu hoje! Estamos com tudo em mãos! Aleluia! Eles nos deram até as 21:00, e por isso conversei com meu irmão e ele mesmo achou por bem não trazer a banda dele para tocar ao termino da gravação. Não daria tempo. O evento em Copacabana parece ter conseguido uma liminar para acontecer. Deus sabe de todas as coisas.

Pude ver em tudo o livramento de Deus para conosco e o grande propósito de profetizar na Apoteose, o lugar de onde sai os decretos do inferno no carnaval, para o Rio, o Brasil e o mundo. Vamos entronizar o Príncipe da Paz ali, Jesus Cristo, o único Deus vivo e verdadeiro que pode estender seus braços e abençoar esta cidade tão maravilhosa. E Ele quer, e Seu zelo fará isso. Vamos os humilhar debaixo de sua poderosa mão, e Ele, a seu tempo, nos exaltará.

49º Dia – 04 de julho (quarta)

Hoje passo o dia terminando de arrumar as minhas, as nossas malas. Vou para o Rio á noite. A expectativa é grande para pisar nessa terra que Deus nos tem dado como herança, nós, Seu povo, e que o DT tem sido chamado para unir, agregar, somar forças para uma grande conquista da Igreja de Jesus.

 

Faço as malas também para a mudança para a casa dos meus pais. Amanhã começam as reformas aqui em casa. Vejo como algo totalmente profético. A quebradeira do velho para o estabelecimento do novo. Enquanto escrevo, Isaque toca seus tambores e grita Aleluia! É uma confirmação em meu coração, e a casa vai se esvaindo… sendo preparada para a chegada dos reformadores. Aleluia!

Esta manhã, enquanto lia a Palavra, recebi um texto tão forte. Jó 39,40. É Deus mostrando a Jô como ele (e eu, e todos os seres humanos) é pequeno, e como só Ele é Deus. Jó 40.1-7. Lembrei-me das minhas palavras argüindo Deus pela mudança de planos. Calei-me como Jó. “Ponho a mão na boca… falei uma vez, mas não tenho resposta, sim, duas vezes, mas não direi mais nada.” Deus mostra a Jó sua grandeza, e a mim hoje, mais uma vez. Ele revelou sua glória. Enquanto ainda lia, chega uma mensagem no meu celular e encaminhei ao grupo: “Uauuuu! Olhem só a mensagem que a Iana acaba de me enviar… estou boquiaberta! ´Notícia no jornal O Globo: O Ministério Público do Rio obteve ontem liminar que suspende o show Live Earth, programado para sábado na Praia de Copacabana. Alegou que haveria risco para a o público, estimado em 700 mil, pois a PM admitiu não ter gente suficiente para a segurança e que achava o show inoportuno, a poucos dias do Pan.`O nosso Deus é grande e tremendo, nos deu Seu livramento e executa vingança sobre seus inimigos. Aleluia! Ana.”

O Sérgio esteve aqui em casa se reunindo comigo. Decidimos sobre as viagens do 2º semestre, questões financeiras e também nos maravilhamos com uma solução que Deus nos deu para um impasse com a métrica da música Tua glória. Vai ficar exatamente como Deus havia me dado. Glória! E vamos tentar que a Shô faça o solo do começo. Vou correndo agora, terminar de fazer as malas e a mudança.

 

Agora não sei se vou conseguir continuar a colocar o diário no ar nesses Dias em que já vou estar no Rio. Tentarei. Se não conseguir, deixo meu agradecimento e abraço a todos, e até daqui a alguns dias, quando colocarei o que aconteceu lá, na minha perspectiva…

 

Ps: Nívea Escreve: “O Live Earth foi cancelado porque cabe a nós, igreja, restaurar a criação. Ela geme e aguarda nossa manifestação e os milagres na natureza vão acontecer, como na Guatemala e nas ilhas Fiji. Deus nos deu a primícia no dia 7, porque a resposta está em nós”.

48º Dia – 03 de julho (terça)

Esta noite e na passada tive sonhos interessantes. Sonhava que estava de férias com o Gustavo, Isaque, o Sérgio e sua família, em Cabo Frio! Acordei tão bem… Como se realmente tivesse descansado de férias. Glória a Deus!

 

Hoje o Isaque completa um ano e seis meses, e a Tia Mariana (Manimiana, como ele a chama), faz 23 anos! Vamos almoçar juntos para comemorar!

 

À noite temos nosso último ensaio. Vamos também aprender a música nova Tua glória. Hoje liguei o DVD Exaltado, relançado agora, e estou bebendo das águas que fluíram no começo do nosso ministério. Que delícia! Como a glória se manifestou! Aleluia! Como mandei em uma mensagem para o grupo ontem, Apocalipse diz: “Aquele que está sentado no Trono está fazendo novas todas as coisas! São renovadas, as velhas que se perderam. De glória em glória, cada vez um nível mais alto de unção, de revelação. Sem medo do novo restaurado, avançando.

 

Acabei de mandar uma mensagem para o grupo: Lucienne escreveu e repasso a vocês o texto: ´Dos gaditas passaram-se para Davi á fortaleza no deserto, homens valentes, homens de guerra para pelejar, armados de escudo e lança. Seu rosto era como de leões e eram eles ligeiros como gazelas sobre os montes… O menor valia por cem homens e o maior, por mil. II CRO 12.8,14b. Ezenete pediu que meditemos também em IS 45 (eu marquei várias coisas que o Senhor me falou nesse texto. Tremendo! Verso 8). Vamos nos alegrar no Senhor e rir do nosso inimigo, que já é derrotado. Em Jesus sou mais que vencedor! Ana`.

 

Várias outras palavras me vieram ao coração, mas não dá para compartilhar tudo… Glória a Deus! Vou ao Rio na força do Senhor, na autoridade que Ele me deu com a qual Ele me revestiu. Glória!

 

Vivi lutas nessa tarde. Situações que vem para tentar me distrair do grande propósito do dia 7. Mas o Senhor me deu graça.

 

O ensaio foi uma benção. Estar com os irmãos fortalece o coração e passar as músicas, adorar com eles, é um bálsamo.

 

Assim que começamos o ensaio, todos nós ajoelhamos e nos humilhamos debaixo da poderosa mão de Deus. Fizemos uma oração de arrependimento, segundo orientação da Ezenete que lá do Rio ligou para mim com esta instrução. O Apóstolo Hudson que está reunido com um grupo de intercessores, enviou este comando. Nos arrependemos coletivamente pela revolta contra as autoridades, causada pela não autorização do evento. Pedimos perdão por palavras contra ele e demais autoridades, e os abençoamos no nome do Senhor. Ainda que eles, e todo ser humano, sejam responsáveis por seus atos, compreendemos que o nosso Deus está acima de tudo, governando e inclinando os corações conforme o seu querer. Foi Deus quem nos moveu do Flamengo para a Apoteose.

 

Em casa, pude entrar no Blog juntamente com o Gustavo. Nos divertimos muito, nos alegramos em ler cada palavra de ânimo, de encorajamento, palavras proféticas deixadas pelos irmãos. Aleluia!


Bem vindo!

Leia aqui palavras de Ana Paula Valadão sobre a gravação do novo CD do Diante do Trono, Príncipe da Paz, no Rio. Você é bem vindo para ler e comentar. Mas não se esqueça de registrar a cidade de onde você é.
maio 2017
S T Q Q S S D
« jul    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031